Header Ads

Zaqueu: Um Pequeno Homem Encontra um Grande Deus

Zaqueu: Um Pequeno Homem Encontra um Grande Deus
Tema: Salvação
Texto: Lucas 19:1-10
Introdução: Nossa passagem esta noite tem alguns paralelos com o tema da semana passada. Como você se lembra, quando Jesus se aproximou de Jericó, ele teve um encontro com o cego Bartimeu, um pobre mendigo da classe social mais baixa. Agora, quando nós olhamos para Lucas 19:1, vemos que Jesus está passando por Jericó em sua última viagem a Jerusalém, e entra em contato com Zaqueu, um homem do governo muito rico do alto degrau da escada econômica.
Eu quero usar um esboço muito simples, esta noite:

I. O pecador que procura (19:2-4) [ler]
II. O salvador que busca (19:5) [ler]
III. A salvação espetacular (19:6-10) [ler]

Zaqueu: O Pecador que Procura

No versículo dois, vemos que Zaqueu era um homem de certa proeminência. Seu nome em hebraico significa "puro e justo". Como um coletor de impostos, ele trabalhava para Roma e era considerado um traidor pelo povo judeu. O fato de ele trabalhar para Roma indicava para os outros que ele estava mais interessado no dinheiro do que qualquer outra coisa.

Zaqueu era mais do que apenas um agente do governo de Roma. Ele era um "chefe" cobrador de impostos. Ele estava no comando de todos os agentes e era capaz de levar uns "trocos" de comissão, daqueles que coletavam impostos para ele. Ele estava no topo da pirâmide dos coletores, enchendo os bolsos de dinheiro, antes de mandar os impostos necessários para Roma. Se Roma cobrava um imposto de 5%, Zaqueu talvez cobrasse 10% das pessoas.

Jericó era um ótimo lugar para Zaqueu estar, porque havia um monte de gente entrando e saindo da cidade em caminho para Jerusalém para a Páscoa. Jericó era considerado a "capital fiscal" da Palestina, no centro de uma vasta rede de comércio que se estendia de Damasco ao Egito. Zaqueu estava no comando de uma das três repartições fiscais em todo o país, e pode ter tido o melhor trabalho de todos eles. Não surpreendentemente, a última parte do versículo 2 nos diz que ele era rico.

Mas ele era um renegado aos olhos das pessoas religiosas. Ele era considerado como um traficante de drogas de alto nível é considerado hoje. De fato, nas mentes das pessoas, os cobradores de impostos eram frequentemente associados com assassinos, adúlteros, ladrões e outros "pecadores".

Os cobradores de impostos não eram novos para Jesus. Logo no início de seu ministério, Jesus os havia atraído e, pior ainda (aos olhos dos fariseus), os recebeu calorosamente. Em Lucas 5:30, Jesus foi acusado pelos líderes religiosos por comer e beber com os "cobradores de impostos e pecadores." Estes dois termos eram quase sinônimo para os fariseus. Não havia uma forma de vida mais ofensiva do que esses traidores.

No versículo 3, notamos que, enquanto Zaqueu era muito rico e bem sucedido para os padrões do mundo, mas ele sabia que algo estava faltando. Mesmo as pessoas de hoje, se forem honestas, irão admitir que há mais na vida do que apenas tentar ganhar dinheiro e adquirir posses.

Note que o texto não diz que Zaqueu só queria ver Jesus. Não. Ele queria ver quem era Jesus. Ele queria descobrir o que foi que fez Jesus diferente de todo mundo. Ele foi atraído para este homem que tinha acabado de dar a vista ao mendigo cego, nos arredores de Jericó. Agora, este curandeiro estava andando pela sua cidade. Ele pode não ter totalmente compreendido o que se passava em seu coração, mas Zaqueu tinha uma necessidade desesperada de chegar a Jesus. Ele provavelmente não conseguia nem explicar o que o levou a ver quem era Jesus.

Talvez seja assim que alguns de vocês estão sentindo esta noite. Você está atraído para Jesus. Você está intrigado com quem Ele é e você quer conhecer mais sobre ele. Lembro-me do que me aconteceu pouco antes de me tornar cristão. Eu estava curioso sobre Jesus e gostava de ouvir sobre as histórias que nós estamos focando nessa série.

Zaqueu tina pelo menos dois problemas naquele dia. O primeiro é que ele era um homem de pequena estatura. Eu o imagino saltando para cima e para baixo na ponta dos pés, tentando ver por cima das pessoas mais altas na frente dele. Com toda a multidão pressionando, não havia nenhuma maneira para ele chegar perto o suficiente de Jesus. Em uma grande multidão como esta eu me pergunto se alguns contribuintes infelizes aliviavam suas frustrações com Zaqueu, dando-lhe uma cotovelada acidental ou um empurrão por trás.

Seu segundo problema era espiritual; seus pecados estavam impedindo-o de se aproximar de Jesus. Isaías 59:2 diz que "as nossas iniquidades nos separam de Deus". Não era somente porque Zaqueu era de baixa estatura, ele, como nós, não foi capaz de alcançar os padrões de Deus. Ele veio muito aquém em um sentido espiritual de entrar em um relacionamento com Deus. Ele era de baixa estatura na integridade e grande na altura em pecado.

Eu amo o versículo 4: "E correndo adiante, subiu a um sicômoro a fim de vê-lo, porque havia de passar por ali" Esse cara era engenhoso.

Zaqueu era pequeno, mas era esperto! Ele correu à frente da multidão, à procura de uma maneira que ele pudesse ver Jesus. Esta imagem é um pouco divertida, não é? Em segundo lugar, eu não sei quanto a você, mas parece engraçado para mim este homem rico subindo em uma árvore para ver Jesus. Sicômoros frequentemente cresciam do lado da estrada e tinha ramos que cresciam horizontalmente a partir do tronco, o que lhe daria uma boa visão de Jesus. Ele provavelmente enganchou sua capa em alguns ramos, mas não foi suficiente para detê-lo. Talvez ele caísse algumas vezes. Ele estava determinado a ver Jesus e, francamente, não se importava com que os outros pensavam de sua corrida ou de sua escalada.

Zaqueu não permitiu que nada, nem a multidão ou sua condição, ficasse entre ele e seu desejo de ver o Senhor Jesus. E você? Você se importa o suficiente sobre a condição de sua alma para pagar o preço que for necessário para estar bem com Deus? Você está disposto a deixa esse pecado de estimação? Você está pronto para se afastar da multidão, a fim de ver Jesus? Você está pronto para correr para Ele?

Jesus: O Salvador que Busca

No versículo 5, vemos que enquanto Zaqueu estava procurando, descobriu que Jesus também estava à procura dele: "Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa; porque importa que eu fique hoje em tua casa"

Jesus tomou nota de Zaqueu, embora não nos é dito o porquê. Ele parou, olhou para cima, chamou-o pelo nome, e disse-lhe que era necessário ir à sua casa. Mais uma vez vemos que, enquanto Jesus tinha o seu rosto para a cruz, ele para e ministra para um pecador que procura. Ele sabia exatamente onde Zaqueu estava porque Ele sabia tudo sobre ele e ele estava cheio de compaixão para com ele.

É assim que sempre acontece. Jesus faz o primeiro movimento para ir ao pecador morto e oferecer vida através de Si mesmo. Nós nunca seríamos capazes de ir a Jesus, a menos que Ele viesse a nós primeiro.

Ele então dá uma ordem dupla: "Desce depressa" Saia da árvore, Zaqueu. Agora mesmo. Há sempre um senso de urgência quando se trata de seguir a Cristo. 2 Coríntios 6:2 diz: "... eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação". Você pode imaginar o que deve ter passado nas mentes daqueles que estavam andando com Jesus naquele dia? Como Jesus sabia o nome dele? Por que Jesus parou debaixo daquela árvore particular? Por que Jesus quis que este pecador descesse de imediato?

E então Jesus dá a segunda parte da ordem: “... porque importa que eu fique hoje em tua casa”. Por que Jesus expressar a necessidade de ir à casa de Zaqueu? Por que a "necessidade"? Os fariseus e os líderes religiosos diriam que porque Zaqueu era um cobrador de impostos ele era um "pecador". Esse tipo de pessoa nunca deve ser convidado para sua casa. Certamente, não deveria entrar na residência dele como convidado, e era especialmente proibido comer sua comida. Note aqui que Jesus convidou-se para o jantar! Este é o único caso em 4 Evangelhos, onde lemos de Jesus convidando a Si mesmo para a casa de alguém para uma refeição. Jesus deveria ficar na casa dele porque isso retrata o que o seu ministério tem tudo a ver. Ele veio para salvar os pecadores dos seus pecados.

A Salvação Espetacular

Zaqueu não perdeu tempo para descer da árvore. O versículo 6 nos diz: "Desceu, pois, a toda a pressa, e o recebeu com alegria", Disse Jesus, "desce" e Zaqueu desceu. Ele desceu imediatamente e acolheu Jesus com alegria e com grande entusiasmo. Ele recebeu muito mais do que ele pediu, porque ele só queria dar uma olhada mais de perto no Salvador, mas agora Ele estava indo para jantar com Zaqueu! Ele estava cheio de alegria! A palavra "com alegria" traz consigo a ideia de "exaltação eufórica"

Isto é semelhante à resposta de Bartimeu em Lucas 18:43 quando diz que ele louvou a Deus. Na próxima semana, vamos ver que os discípulos extravasam em louvor jubiloso quando Jesus entra em Jerusalém (Lucas 19:37). A alegria é um dos temas-chave encontrado no evangelho de Lucas, sendo mencionado mais de 20 vezes, de uma forma ou de outra. Eu me pergunto o que falta para nos tornarmos mais cheios de louvor alegre e feliz? Com tudo o que Deus fez por nós, devemos ser exuberantes com alegria! No entanto, muitas vezes os nossos semblantes estão caídos, nossos corações estão pesados, e as nossas mentes estão confusas com os cuidados e preocupações. Amigos, vamos aprender com este exemplo, quando as pessoas encontraram Jesus, elas extravasaram em alegre louvor! Isso deve refletir em nossas vidas diárias e quando nos reunimos para adoração.

Agora, em contraste com a alegria de Zaqueu, vemos no versículo 7 que toda a multidão começou a murmurar. Se a multidão estava confusa sobre por que Jesus foi inclusive falar com Zaqueu, eles agora vão balísticos quando descobriram que Jesus tinha se convidado para jantar na casa de Zaqueu. Note que não eram apenas alguns da multidão. O texto diz “todos”. Ele pode até ter incluído os discípulos. A palavra em si significa um resmungo baixo e indica que eles estavam reclamando e criticando o que Jesus ia fazer. Esta palavra também é usada para descrever o que os israelitas fizeram no deserto quando eles reclamaram e murmuraram contra o Senhor.

Podemos querer criticar essa multidão pela atitude, mas eu me pergunto quantas vezes nós agimos de forma semelhante? Vamos admitir isso. Temos categorias em nossas mentes de pessoas que são realmente “ruins". Poderíamos ficar chateado se Jesus viesse para uma refeição com elas também. É tão fácil para nós pensar que somos melhores do que outros, que o nosso pecado de alguma forma cheira melhor do que o das outras pessoas.

Após a refeição e a conversa com Jesus, nós vemos no versículo 8 que Zaqueu foi muito impactado pela chamada em sua vida. Por causa do que ele está prestes a dizer, eu acho que nós podemos concluir com segurança que Zaqueu foi convertido durante a refeição. Ele sabia que ele era um pecador e tinha ido ao Salvador para receber salvação. Sua conversão é clara por causa da mudança de vida que vemos.

Zaqueu se levanta, se afasta da mesa e diz a Jesus: “... Eis aqui, Senhor, dou aos pobres metade dos meus bens; e se em alguma coisa tenho defraudado alguém, eu lho restituo quadruplicado"
A frase, "Eis aqui" indica que Zaqueu não estava à espera de negociar um contrato com Jesus ou apenas tentando cair fora. Ele estava totalmente rendido a Cristo. Jesus tinha transformado o seu coração e agora ele queria demonstrar a mudança através de suas ações. Sua decisão foi voluntária e fluiu de um coração de gratidão por aquilo que Cristo tinha feito por ele. Sempre que Jesus encontra alguém há mudança. Se você nunca mudou, pode ser porque você realmente não foi salvo.

A confissão pública de Zaqueu mostra a sinceridade de seu arrependimento e era a sua maneira de viver Romanos 10:10: "pois é com o coração que se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação".

Como parte de seu arrependimento, Zaqueu queria corrigir seus erros. O arrependimento bíblico sempre caminha lado a lado com a restituição, porque a conversão é um evento de mudança de vida radical. Ele agora é um homem diferente, de modo que ele declara que ele vai dar metade de seus bens aos pobres e vai fazer a restituição em quatro vezes à quantidade que ele defraudou. O homem que se sentia pequeno durante toda a sua vida, e tinha tratado os outros como se fossem pequenos, de repente se torna um "grande" homem.

Ambas as respostas destacam-se, à luz das expectativas culturais e religiosas. Era considerado extremamente generoso dar 20% do seu dinheiro, ele deu 50%! Quando ele fez a restituição de quatro vezes, ele estava seguindo o padrão exigido na lei judaica, quando uma ovelha havia sido roubada e um homem era condenado pelo roubo em um julgamento (ver Êxodo 22:1).

Se ele "confessou" por si mesmo, sem ser descoberto, ele só tinha a obrigação de restaurar o que foi roubado, e adicionar 20% (ver Números 5: 6-7). O arrependimento de Zaqueu é óbvio em que ele estava disposto a responder como se algo tivesse sido provado contra ele em um tribunal de justiça. Ele sabia que seu comportamento era da pior espécie e estava ansioso para fazer as coisas de forma correta, não importando o custo.

Às vezes pensamos que somos generosos quando damos a Deus 10% de nossa renda. A marca da transformação e a conversão de Zaqueu foi sua generosidade impressionante. Ele aprendeu a verdade rapidamente que é impossível servir a Deus e ao dinheiro. Antes de conhecer Jesus o seu dinheiro era tudo para ele. Depois de sua conversão, o dinheiro tornou-se algo para ser doado. Foi Albert Schweitzer, que disse: "Se você possui algo que você não pode doar; então você não o possui, ele é dono de você".

Agora chegamos ao versículo 10: "Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido". A missão de Jesus é muito clara: Ele veio buscar e salvar o que estava perdido. Jesus ainda está em sua missão de buscar e salvar. Ele está procurando pessoas que precisam ser salvas. Se você nunca foi salvo de seus pecados, você precisa saber que Jesus está buscando você, mesmo que você não esteja buscando-o. Ele quer ter um relacionamento vibrante com você. Agora mesmo, Ele está fora da porta de sua vida batendo. Você pode ouvi-Lo? Ele bate e, em seguida, ele espera que você abra a porta. Apocalipse 3:20 diz que: "... Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei e cearei com ele, e ele comigo".


Quando ele bate, ele fala seu nome em voz alta. Ele sabe tudo sobre você e vem perseguindo um relacionamento com você por um longo tempo. Ele conhece a sua dor, seus sonhos, e todos os detalhes de sua vida. Ele conhece seus fracassos e seus pecados. Ele tem visto e sentido, todos. E, Ele está tentando chamar sua atenção. Você pode estar ouvindo a Sua voz agora em seu coração. Assim como Ele chamou Zaqueu assim também ele está chamando por você: "Vinde a mim, neste momento, pois eu preciso entrar em sua vida".

4 Fases que Zaqueu Passou

Vejo quatro etapas que Zaqueu passou que têm aplicação direta para nossas vidas hoje.

- Curiosidade. Ele queria conhecer quem era Jesus.
- Reflexão. Ele examinou cuidadosamente as reivindicações de Cristo.
- Conversão. O Salvador que busca o salvou e perdoou seus pecados.
- Transformação. Sua vida foi radicalmente redirecionada depois de sua conversão.

Em que fase está você esta manhã? Você quer conhecer quem é Jesus? Se assim for, não pare por aí. Procure. Examine-o de perto, leia a Bíblia. Considere Suas reivindicações. Continue vindo à igreja. Ao fazer isso, o próximo passo é ser convertido. É por isso que Jesus veio. Ele veio para converter você, Ele quer salvar você, e Ele deseja mostrar-lhe seu amor. E então, Ele vai mudar a sua vida de forma que você nem pode imaginar.

Jesus vive dentro de você ou você apenas o deixa visita-lo de vez em quando? Se ele mora em sua vida, você tem lhe negado o acesso a algumas áreas da sua vida?

Jesus está chamando o seu nome agora. Você vai responder? Você vai abandonar tudo por causa do chamado de Jesus?

Se você está pronto para responder a Jesus nesse momento, abrindo a porta da sua vida, eu vou pedir-lhe para fazê-lo enquanto cantamos. Se você está pronto para começar um relacionamento com o Salvador que busca, quero desafiá-lo a vir a frente esta noite. Zaqueu pulou da árvore, em resposta ao convite de Jesus. Eu estou pedindo que você salte da sua cadeira e venha à frente se você está pronto para ser salvo.

Senhor Kenneth Clark, conhecido internacionalmente por sua série de televisão “Civilização”, admitiu em sua autobiografia que, enquanto visitava uma bela igreja ele teve uma experiência religiosa esmagadora. Eis o que ele escreveu: "Todo o meu ser foi irradiado por uma espécie de alegria celeste muito mais intensa do que qualquer coisa que eu tinha conhecido antes". Mas, como ele descreveu, a "melancolia de graça" criou um problema para ele. Se ele permitisse ser influenciado por seus anseios espirituais, ele sabia que teria que mudar e sua família pensaria que ele tinha perdido a cabeça. E assim, ele concluiu: "Eu estava muito profundamente enraizado no mundo para mudar de rumo". Até onde eu sei, ele morreu sem colocar sua fé em Cristo.

Amigo, você também está profundamente enraizado no mundo para mudar de rumo? Zaqueu estava trancado em um modo de vida que era muito confortável e ainda assim Jesus o transformou. E ele pode fazer o mesmo por você.

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

2 comentários:

  1. Maravilha de Deus! Obrigada por deixar compartilhar todos esses tesouros para nós. Deus continue abençoando o irmão e Parabéns pela humildade. Todos esses seus esboços tem me dedpertado para o chamado que Deus tem na minha vida. Honras e glórias para sempre ao Rei dos reis; Senhor dos senhores sempre...amém!

    ResponderExcluir

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

Tecnologia do Blogger.