Header Ads

Quando Deus Chama A Nossa Atenção

Quando Deus Chama A Nossa Atenção
Texto: Ageu 1: 5-11
Introdução: Você já passou por uma experiência que Deus usou para prender a sua atenção? Talvez um stress ou a perda de alguém que você amava, ou um pecado exposto em sua vida, ou a demissão de um emprego, ou uma ruptura relacional, ou preocupações com dinheiro, família ou talvez um sentimento geral de frustração ou mesmo futilidade. Eu quero enfatizar esta noite que um sentimento de insatisfação deve nos levar a encontrar satisfação em Deus.

Aprendemos duas verdades na semana passada dos primeiros versos do livro de Ageu:
  1. Vamos prosseguir e parar de procrastinar
  2. Vamos priorizar Deus e parar de viver para o nosso próprio prazer
Vamos observar o contexto novamente. Por causa de sua desobediência, o reino do sul de Judá foi destruído pelos babilônios e muitos foram capturados e levados para a Babilônia. Muitos dos profetas de Deus previram que este cativeiro não iria destruir a nação; mas que terminaria 70 anos mais tarde e o povo de Deus seriam autorizados a voltar para casa.

Na semana passada, recontei a história em minhas palavras e talvez tenha confundido alguns de vocês, agora vamos deixar que a Palavra de Deus lance alguma luz sobre a situação e o cenário para o livro de Ageu. Abra em 2 Crônicas 36:15-23 e me acompanhe enquanto eu leio: "E o Senhor, Deus de seus pais, falou-lhes persistentemente por intermédio de seus mensageiros, porque se compadeceu do seu povo e da sua habitação. Eles, porém, zombavam dos mensageiros de Deus, desprezando as suas palavras e mofando dos seus profetas, até que o furor do Senhor subiu tanto contra o seu povo, que mais nenhum remédio houve. Por isso fez vir sobre eles o rei dos caldeus, o qual matou os seus mancebos à espada, na casa do seu santuário, e não teve piedade nem dos mancebos, nem das donzelas, nem dos velhos nem dos decrépitos; entregou-lhes todos nas mãos. E todos os vasos da casa de Deus, grandes e pequenos, os tesouros da casa do Senhor, e os tesouros do rei e dos seus príncipes, tudo levou para Babilônia. Também queimaram a casa de Deus, derribaram os muros de Jerusalém, queimaram a fogo todos os seus palácios, e destruíram todos os seus vasos preciosos. E aos que escaparam da espada, a esses levou para Babilônia; e se tornaram servos dele e de seus filhos, até o tempo do reino da Pérsia, para se cumprir a palavra do Senhor proferida pela boca de Jeremias, até haver a terra gozado dos seus sábados; pois por todos os dias da desolação repousou, até que os setenta anos se cumpriram. Ora, no primeiro ano de Ciro, rei da pérsia, para que se cumprisse a palavra do Senhor proferida pela boca de Jeremias, despertou o Senhor o espírito de Ciro, rei da Pérsia, de modo que ele fez proclamar por todo o seu reino, de viva voz e também por escrito, este decreto: Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O Senhor Deus do céu me deu todos os reinos da terra, e me encarregou de lhe edificar uma casa em Jerusalém, que é em Judá. Quem há entre vós de todo o seu povo suba, e o Senhor seu Deus seja com ele”.

Por certo, isso explica por que o exílio durou 70 anos; por 490 anos o povo de Deus tinha ignorado a lei de Deus que eles deveriam deixar a terra descansar a cada sete anos (ver Levítico 25: 4). Deus fez isso para tomar todos esses anos sabáticos não cumpridos de uma só vez. Colocando isso em uma equação, ficaria assim: 490 ÷ 7 = 70.

50.000 judeus voltaram para Judá e reconstruíram o altar e começaram a oferecer sacrifícios. Dois anos depois, eles terminaram a fundação do templo. Mas então eles pararam de trabalhar e se concentraram em suas próprias casas por 16 anos. Ageu entra em cena para dizer-lhes para colocar Deus no centro de suas vidas e voltar ao trabalho.

Esta noite nós vamos observar em Ageu 1: 5-11 e nós vamos ver que Deus está nos chamando para:
  1. Fazer uma pausa e refletir
  2. Olhar e aprender
  3. Vá e pegue
Você está pronto para mergulhar?

1. Fazer uma pausa e refletir. No versículo 5, Deus se refere a si mesmo como o Jeová Sabaoth de novo, a fim de obter a perspectiva deles de volta para onde ela deve estar: "Ora pois, assim diz o Senhor dos exércitos..." Simplesmente, eles haviam perdido a visão de um Deus tão grande e poderoso. Nós precisamos recapturar o quão poderoso e majestoso Ele realmente é. Você observa que, quando a nossa compreensão da imensidão de Deus desliza, permitimos que outras coisas ofusque a nossa visão acerca de Deus. Isso é o que aconteceu com eles. Em vez de louvá-Lo, eles estavam vivendo para seu próprio prazer. Isso me lembra o título do livro de J.B. Philips chamado, "Seu Deus é muito pequeno". Um pastor de outra geração acertou em cheio quando disse: "O que você pensa sobre Deus é a coisa mais importante sobre você"

O que o Senhor Todo-Poderoso quer dizer ao Seu povo? Confira a segunda metade do versículo 5: "...Considerai os vossos caminhos" Esta é realmente a principal mensagem do livro e é exclusivo de Ageu, que ocorre cinco vezes em dois capítulos: em 1:5, 1:7, 2:15 e duas vezes em 2:18. Idiomaticamente significa, "refletir sobre seu proceder" Literalmente, significa "considerai o que fazeis" A cadência em hebraico é muito poderosa. Para usar a linguagem mais popular, devemos pensar em por que as coisas fedem em nossas vidas. A tradução Nova Versão Internacional coloca desta forma: "Vejam aonde os seus caminhos os levaram”.
Isso não é fácil de fazer, não é? Este é especialmente o caso quando estamos cercados com perseguições irracionais e pensamento superficial.

Você perceberá que Deus não diz: "O que os seus sentimentos dizem ou o que seus amigos dizem?" Em vez disso, Ele quer que a gente envolva nossas mentes e faça um inventário sério. Se não o fizermos, vamos usar como padrão viver para nós mesmos e não para o Todo-Poderoso. Sócrates estava certo quando disse: "A vida não examinada não vale a pena viver". Muitos cristãos hoje acreditam em Deus, mas vivem como se Ele não existisse.

Sejamos honestos acerca de algo. Somos especialistas em considerar os caminhos dos que nos rodeiam, mas não consideramos nossos próprios caminhos. É fácil bater nos outros, enquanto desculpamos nós mesmos. Vamos fazer uma pausa e refletir agora enquanto nós absorvemos algumas outras Escrituras que falam sobre essa mesma verdade.

Lamentações 3:40: "Esquadrinhemos os nossos caminhos, provemo-los, e voltemos para o Senhor”.
Lucas 15:17: "Caindo, porém, em si, disse: Quantos empregados de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome"
2 Coríntios 13:5: "Examinai-vos a vós mesmos se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados".

Deus pode usar todos os tipos de coisas para chamar nossa atenção.
Após fazer uma pausa e refletir, Deus chama o Seu povo para ir mais fundo, olhar para o que está acontecendo e, em seguida, aprender com isso.

2. Olhar e aprender. O versículo 6 nos mostra o que acontece quando nós não colocamos Deus em primeiro lugar. "Tendes semeado muito, e recolhido pouco; comeis, mas não vos fartais; bebeis, mas não vos saciais; vestis-vos, mas ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o para o meter num saco furado" Deus atingiu a agricultura e a economia deles. A mensagem é clara - nós nunca vamos encontrar satisfação até que as nossas prioridades estejam corretas. Eles tinham muita ação, mas eles não tinham nenhuma satisfação. Um sentimento de insatisfação deve nos levar a encontrar a nossa satisfação em Deus.

Deus estava causando aflição, a fim de obter a atenção deles. Essa frustração é vista nas três necessidades básicas da vida - alimentos, água e roupas. E isso levou a futilidade, porque o que eles achavam que tinham desaparecia como dinheiro colocado em bolsos furados. Era como uma maldição dupla. Eles levavam pouco para casa e o que eles levavam simplesmente desaparecia.

Amigo, se Deus não está no centro de sua vida, mesmo que você consiga o que você acha que precisa, não será suficiente. Esta verdade é descrita em várias passagens das Escrituras.
Levítico 26:26: "... comereis, mas não vos fartareis"
Oséias 4:10: "Comerão, mas não se fartarão..."
Amos 4:6: "Por isso também vos dei estômagos vazios em cada cidade, e falta de pão em todos os vossos lugares; contudo não vos convertestes a mim, diz o Senhor"

Deus não só conheciam suas circunstâncias; Ele quem as causou. Às vezes, Deus nos dá o que queremos, de modo que nós vamos experimentar algumas consequências, com o objetivo final de voltarmos para Ele. Salmo 106: 15 diz: "E ele lhes deu o que pediram, mas fê-los definhar de doença”.

Deixe-me dizer isso o mais claramente possível: Se você e eu colocar os nossos propósitos acima das prioridades de Deus, nunca vamos conseguir o que estamos procurando. Aqui está uma notícia: Só Deus pode satisfazer nossas almas. Até que você me coloque em primeiro lugar, Ele diz, a vida não vai funcionar. Quanto mais se distanciar dele, piores as coisas ficarão.
Isto é expandido nos versículos 9-11, onde, novamente, vemos uma cadência agitada: "Esperastes o muito, mas eis que veio a ser pouco; e esse pouco, quando o trouxestes para casa, eu o dissipei com um assopro. Por que causa? diz o Senhor dos exércitos. Por causa da minha casa, que está em ruínas, enquanto correis, cada um de vós, à sua própria casa. Por isso os céus por cima de vós retêm o orvalho, e a terra retém os seus frutos. E mandei vir a seca sobre a terra, e sobre as colinas, sobre o trigo e o mosto e o azeite, e sobre tudo o que a terra produz; como também sobre os homens e os animais, e sobre todo o seu trabalho"

A esperança do agricultor a cada primavera é a "esperar" muito quando a semente é plantada. Em Isaías 5:10, lemos que os agricultores estavam plantando seis alqueires de semente e colhendo apenas cerca de metade de um bato. Deus estava fazendo isso para chamar a atenção deles. E Deus está fazendo isso de novo com essas pessoas que haviam parado de trabalhar no templo. Eles estavam servindo a si mesmos em vez de Deus, então a única maneira de obter a atenção deles foi atingir suas colheitas. O pouco que era colhido era soprado por Deus.

Vemos o título "Jeová Sabaoth" novamente, o que aprendemos na semana passada, o "Senhor dos Exércitos" Deus une a situação deles diretamente aos seus pecados quando Ele diz: "Por causa de vocês..." a casa de Deus estava em ruínas, enquanto cada um estava "ocupado com a sua própria casa". Esta é uma frase interessante. Isso significa que eles estavam "correndo o tempo todo cada um à sua própria casa". Eles estavam absorvidos em suas próprias atividades. Acho fascinante que é assim que Jesus descreve a busca dos pagãos em Mateus 6:31-32: "Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir? (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso"

Alguns de nós provavelmente se sente como se tudo o que estamos fazendo está funcionando em volta de uma coisa à outra coisa. Você já reparou quantas vezes as pessoas respondem à pergunta: "Como você está?", com esta frase, "trabalhando muito". É quase como se nós precisássemos validar nossas vidas, permitindo que as pessoas saibam o quão ocupado somos. Quando as pessoas me dizem por que eles não foram à igreja por algum tempo, a resposta número um que eu ouço é: "Estou trabalhando demais" Ouça. Nossa ocupação pode nos impedir da ocupação de Deus.

Ageu usa dísticos e terceto para expressar a totalidade da seca. Deus atingiu suas três principais culturas nas duas principais estações de crescimento, nos campos e até nas montanhas - grão, uvas e óleo. Ele também atinge os animais e o trabalho de suas mãos. Além disso, esta seca abrange toda a criação, dos "céus" a "terra". Deus tinha avisado seu povo de volta em Deuteronômio que Ele enviaria seca se eles estivessem distantes d'Ele. Deuteronômio 28:23-24: "O céu que está sobre a tua cabeça será de bronze, e a terra que está debaixo de ti será de ferro. O Senhor dará por chuva à tua terra pó; do céu descerá sobre ti a poeira, até que sejas destruído"

Ouça. Deus não está fazendo isso porque Ele os odeia; Ele está fazendo isso porque Ele os ama e anseia que eles voltem a seus sentidos espirituais. Infelizmente, as pessoas na época e agora, são teimosas. Vemos isso em Amós 4:9: "Feri-vos com crestamento e ferrugem; a multidão das vossas hortas, e das vossas vinhas, e das vossas figueiras, e das vossas oliveiras, foi devorada pela locusta; contudo não vos convertestes a mim, diz o Senhor"

Deixe-me dar um aviso aqui neste ponto. Isso não significa necessariamente que porque você está tendo problemas; Deus está punindo. Muitas vezes não há uma correlação direta entre o seu sofrimento e seu pecado. Basta perguntar a Jó ou Jeremias. Coisas ruins acontecem em nosso mundo pecaminoso. Bênção nem sempre é a recompensa pela obediência (Salmo 73) e maldição nem sempre pode ser ligado a desobediência"

Deus nos ama tanto que quando nos vê à deriva, Seu objetivo em nossa adversidade é chamar nossa atenção. Se acabamos quebrados e de joelhos, isso é uma coisa boa! Experiências de dificuldades deve sempre se tornar oportunidades de reflexão espiritual. Aqui está como eu resolvo tudo. Quando eu passo por algo desafiador, difícil ou triste, tento fazer esses tipos de perguntas: "Deus, o que o Senhor está tentando me ensinar? Tem algum pecado que eu preciso confessar? O que o Senhor quer mudar na minha vida?"

Charles Spurgeon escreveu: "Deus não permite que seus filhos pequem com sucesso". Ele te ama demais para permitir que você peque em segredo. É por isso que muitas vezes fica exposto. Deus se importa muito para deixá-lo caminhar pela vida, buscando apenas o seu próprio prazer. Observe a frase no versículo 10: "Por isso os céus por cima de vós retêm o orvalho, e a terra retém os seus frutos". Como resultado, Deus soprou tudo fora. Será que você percebe quem fez isso? "eu o dissipei com um assopro..." "Eu mandei vir a seca..." Olhe para 2:17: "Feri-vos com mangra, e com ferrugem, e com saraiva, em todas as obras das vossas mãos; e não houve entre vós quem voltasse para mim, diz o Senhor"

CS Lewis disse certa vez: "Deus sussurra para nós em nossos prazeres, fala em nossa consciência, mas grita em nossas dores: esse é o seu megafone para despertar um mundo surdo". Ele sopra coisas para longe e apela a uma seca para que possamos voltar a Ele. Se parece que o que você está perseguindo acaba vaporizado diante de seus olhos, se você ganha dinheiro apenas para descobrir que flui através dos buracos em seu bolso, se você se sente como se você nunca tem o suficiente, o Senhor Todo-Poderoso pode estar tirando os apoios em sua vida para obter a sua atenção.

Quando eu sei que alguém está se desviando e pecando e não parece que está interessado nas coisas de Deus mais, eu muitas vezes faço uma oração como esta: "Deus torna-o miserável em seu pecado. Faça tudo o que o Senhor precisa fazer para trazê-lo de volta a Deus. Como o filho pródigo, ajuda-o a ver a poça que seus pecados lhe causaram. Faça-os inquietos e insatisfeitos para que eles retornem a ti"

Há muitas pessoas que ainda não conhecem Cristo, que estão à procura de satisfação em todos os lugares errados. A mensagem principal é que vamos estar insatisfeito até encontrarmos a nossa satisfação em Cristo.

3. Vá e pegue. Não é suficiente apenas fazer uma pausa e refletir ou mesmo olhar e aprender. Deus também quer que a gente vá e pegue. Vemos isso no versículo 8: "Subi ao monte, e trazei madeira, e edificai a casa; e dela me deleitarei, e serei glorificado, diz o Senhor". É hora de acertar o que está errado. Esta é a única ordem em todo o livro. É realmente tríplice - ir, trazer, e construir. Como aprendemos em nosso estudo de 1 João, não é suficiente apenas dizer que amamos a Deus; devemos viver como falamos. As palavras são boas, mas as ações são melhores. Deus quer que trabalhemos. As toras não viriam rolando montanha abaixo por conta própria. Eles tiveram que ir para cima e, em seguida, trazer para baixo.

Quando alguém me diz que quer que as coisas mudem, muitas vezes eu pergunto-lhes o quanto eles querem melhorar. Você observa, se nós não tomarmos o caminho para voltar onde precisamos estar espiritualmente, isso provavelmente não vai acontecer. Temos que ir a Deus, se queremos mudar, porque a nossa configuração padrão é egoísmo e procrastinação. Nós sempre vamos para o lugar errado se permanecermos passivos. Às vezes precisamos de ir buscar recursos, procurar ajuda, aconselhamento, e buscar a responsabilização se formos sérios sobre a reconstrução de nossas relações ou encontrar satisfação ou nos alinharmos com os propósitos de Deus.

Devemos ir e buscar não apenas porque estamos satisfeitos, mas em última análise, a fim de que Deus seja satisfeito e honrado. Nós não fazemos mudanças apenas para sair de nossa situação, mas para agradar a Deus, porque quando ele é glorificado, nós ficaremos satisfeito também. Eu gosto de como John Piper diz: "Deus é mais glorificado em nós quando estamos mais satisfeitos nele"

Deus encontra grande prazer quando ele é colocado de volta em seu lugar de direito. Ele é honrado quando nós o honramos. Ele é adorado quando consideramos que ele é necessário e importante. Devemos valorizar agradar e honrá-lo mais do que agradar a nós mesmos ou aos outros.
Vamos recusar-se a desagradar ou desonrar a Deus. Seu nome e sua gloria deve ser o que proclamamos. E fazemos isso quando obedecemos a Ele, e quando deixamos de correr atrás de nossos interesses egoístas. Eu continuo voltando ao que o Breve Catecismo de Westminster diz: "O fim principal do homem é glorificar a Deus e gozá-lo para sempre"

CS Lewis disse certa vez: "A única coisa que o cristianismo não pode ser é moderadamente importante". Muitos de nós dão a Deus apenas parte da nossa vida, como uma torta que é cortada em fatias diferentes - minha fatia social, minha fatia de trabalho, minha fatia família, minha fatia passatempo, minha fatia escola, minha fatia aposentadoria, minha fatia esportes... oh, e minha fatia espiritual. Deus não quer uma fatia de sua vida; Ele merece e exige todo o bolo. Eu não sei o que é pior - deliberadamente desobedecer a Deus ou não lhe dar o primeiro lugar na minha vida. Em Isaías 48:11, Deus diz que Ele não vai dar a Sua glória a outro.

Mateus 6:33: "Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas". As coisas funcionam quando Deus é adorado. Nossas necessidades são satisfeitas quando vivemos como Deus sendo tudo o que precisamos.

Enquanto eu refletia sobre isso, eu escrevi esses três pensamentos.
  1. Quanto mais você se concentrar em sua própria felicidade, mais infeliz você se tornará.
  2. O pecado vai levá-lo mais longe do que você estava planejando ir e mantê-lo por mais tempo do que você estava planejando ficar.
  3. Agradar a Deus é a única busca que lhe dê prazer final.
Fazer uma pausa refletir. Olhar e aprender. Vá e pegue.

Oxalá fossemos como o salmista quando escreveu no Salmo 119: 59-60: "Quando considero os meus caminhos, volto os meus pés para os teus testemunhos. Apresso-me sem detença a observar os teus mandamentos".

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

Tecnologia do Blogger.