Quando Pilatos ofereceu aos judeus uma escolha entre Barrabás e Jesus, isso pode parecer uma escolha fácil a partir de nossa perspectiva, mas para um judeu do primeiro século, a decisão certa não era tão fácil de fazer.
Barrabás ou Jesus Cristo?
Texto: Mateus 27:15-17
“Ora, por ocasião da festa costumava o governador soltar um preso, escolhendo o povo aquele que quisesse. Nesse tempo tinham um preso notório, chamado Barrabás. Portanto, estando o povo reunido, perguntou-lhe Pilatos: Qual quereis que vos solte? Barrabás, ou Jesus, chamado o Cristo?”

Introdução
A. As Escrituras estão cheias de exemplos de escolhas que homens tiveram que fazer (Deuteronômio 30:19; Josué 24:15; 2 Samuel 24:13; 1 Reis 3: 5).
B. Quando Pilatos ofereceu aos judeus uma escolha entre Barrabás e Jesus, isso pode parecer uma escolha fácil a partir de nossa perspectiva, mas para um judeu do primeiro século, a decisão certa não era tão fácil de fazer.

I. Um viveu; o outro morreu.

A. Barrabás foi injustamente absolvido; Jesus Cristo foi condenado injustamente (Lucas 23:17, 40-41, Isaías 53:3-8).
B. Barrabás viveu para si mesmo; Cristo morreu por outros (Romanos 5: 6-9; Hebreus 2:9).
C. Barrabás viveu durante algum tempo; Jesus vive para sempre (Romanos 6: 9-10; Hebreus 7:25; Apocalipse 1:18).
D. Barrabás rapidamente desapareceu de cena; Jesus causou o impacto mais profundo na história (Atos 5:34-39; Filipenses 2:9).

II. Uma buscava coisas terrenas; o outro buscava coisas celestiais.

A. Barrabás desejava estabelecer um domínio terreno para Israel sozinho; Jesus procurou estabelecer um reino celestial para as pessoas de todo o mundo (João 18:36; Filipenses 3:20; Hebreus 12:22-23).
B. Barrabás derramou o sangue de outras pessoas; Jesus derramou seu próprio sangue pelos outros (Mateus 26:28; Marcos 15:7; Lucas 22:20; João 10:17-18).
C. Barrabás fracassou seu nome; Jesus Cristo viveu e foi glorificado (Mateus 1:21; Lucas 19:10; 9:56; 1 Timóteo 1:15).

III. Um foi a escolha do homem; o outro foi a escolha de Deus.

A. Barrabás foi tipificado pelo bode expiatório; Cristo foi tipificado pela oferta pelo pecado (Levítico 16: 7-10, 21).
B. Barrabás foi ideia de um nobre de Israel; Deus declarou Cristo, o Rei dos reis (1 Timóteo 6:15).
C. O homem desejou Barrabás mesmo sendo ele um assassino; Deus glorificou Jesus, apesar de Ele ser rejeitado pelos seus (Atos 3:13-14).

Conclusão
A. Se você estivesse no lugar desses judeus diante de Pôncio Pilatos, quem você teria escolhido nesse dia?
B. Você faria a mesma escolha, quando a pressão fosse aplicada?
C. Você vai escolher Barrabás ou Jesus Cristo?

Pr. Aldenir Araújo

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Axact

Esboço de Sermão

Vestibulum bibendum felis sit amet dolor auctor molestie. In dignissim eget nibh id dapibus. Fusce et suscipit orci. Aliquam sit amet urna lorem. Duis eu imperdiet nunc, non imperdiet libero.

Postar um comentário:

0 comments:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!