Tipos de perguntas que não precisamos responder

Tipos de perguntas que não precisamos responder
Texto: Provérbios 29:9

Introdução: É fácil as discussões sobre questões polemicas rapidamente se tornarem controversas - mesmo sobre temas religiosos. As discussões polemicas podem consumir nosso tempo e nossa energia mental, se permitirmos. As perguntas são muitas vezes utilizadas para nos atrair para discussões. Algumas delas são boas (1 Pedro 3:15). Mas algumas perguntas não precisam ser respondidas.

A Bíblia mostra-nos que tipos de perguntas são estas.

1. As perguntas que não sabemos a resposta (1 Timóteo 1:6-7)

A. Alguns têm o desejo de ensinar, mas não conhecem a verdade bem o suficiente para explicá-la – os novos cristãos estão muitas vezes nesta posição (1 Pedro 2: 2); no entanto, isso pode ser verdade para qualquer um de nós sobre diferentes temas, porque o crescimento é contínuo (2 Pedro 3:18)
B. Temos a obrigação de falar a verdade (1 Pedro 4:11) - se não conhecemos a verdade, não podemos falar dela; Deus condena falar presunçosamente (Deuteronômio 18:20)
C. Isso não é uma desculpa para ficar em silêncio, mas uma chamada para estudar e aprender (2 Timóteo 2:15) - temos de continuar a aprender e crescer; nesse meio tempo, podemos obter ajuda de outros (Efésios 4: 11-12; 1 Coríntios 7:1)

2. Perguntas que levam à especulação (1 Timóteo 1:3-6)

A. A especulação foi contrastada com a edificação de outros na fé (1 Timóteo 1:4) - mais uma vez, temos a obrigação de falar a verdade (1 Pedro 4:11); isto é encontrado na Palavra de Deus (João 17:17)
B. Quando deixamos a verdade, nós nos começamos a ter problemas (2 João 9) - a especulação sobre as coisas que não podemos saber (1 Timóteo 1:4) e as discussões infrutíferas (1 Timóteo 1:6)
C. Lembre-se o objetivo da nossa instrução (1 Timóteo 1:5) - "ensinar nenhuma outra doutrina" (1 Timóteo 1:3)

3. Perguntas daqueles que se recusam a reconhecer a autoridade da Bíblia (Mateus 21:23-27)

A. Após a entrada triunfal, a limpeza do templo, e Jesus ter amaldiçoado a figueira, a autoridade de Jesus foi questionada - Ele poderia ter respondido (João 5:33-39); mas Ele não respondeu a pergunta deles dessa maneira; ao invés Ele lhes fez uma pergunta; Ele queria determinar se eles estavam ou não interessados na autoridade
B. Jesus tem toda a autoridade (Mateus 28:18) - Sua palavra é autoritária; devemos segui-la (Colossenses 3:17)
C. Se as pessoas rejeitam a autoridade da Bíblia, não existe um padrão comum para apelar (Juízes 21:25) - uma vez que está determinado, continuar a discussão é inútil

4. Perguntas daqueles que querem apenas discutir (Tito 3:9-11)

A. Nós já falamos sobre a necessidade de evitar especulações e discussões infrutíferas (1 Timóteo 1:3-6) - alguns desses tipos de perguntas podem ser trazidas por pessoas sinceras
B. Outras vezes, as pessoas só querem discutir - são facciosas (Tito 3:10); elas querem causar conflitos e divisão
C. Como aqueles que se recusam a reconhecer a autoridade da Bíblia, eles não estão interessados na verdade (2 Tessalonicenses 2:10) – se assim for, não podemos ajudá-los; precisamos sacudi a poeira dos nossos pés e seguir em frente (Marcos 6:11)

5. Perguntas que nos atraem a loucura (Provérbios 26:4)

A. Não significa não responder ao tolo (Provérbios 26:5) - mas não responder com respostas tolas
B. Em outras palavras, não responder os tipos de questões que temos falado - o tolo não tem conhecimento, especula, despreza a autoridade, e argumenta para causar conflitos; não se rebaixe ao nível dele
C. Quando ele persistir em sua tolice, não podemos ganhar o argumento (Provérbios 29:9) - ou pelo menos não podemos convencê-lo do mesmo; enquanto ele mantém a sua tolice, não podemos ajudá-lo

Conclusão

A. Devemos estar sempre prontos para dar uma resposta (1 Pedro 3:15) - mas também não devemos jogar pérolas aos porcos (Mateus 7:6)
B. Precisamos entender que tipos de perguntas não exigem uma resposta - a tentativa de responder a essas perguntas, muitas vezes, será contraproducente aos nossos esforços de ensinar os outros

0 Comentários em "Tipos de perguntas que não precisamos responder"

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!