Exercendo uma influência positiva

Exercendo uma influência positiva
Texto: Mateus 5:16

Introdução: Infelizmente, às vezes há boas razões por que alguém se surpreende ao saber que a outra pessoa é um cristão. Quaisquer que sejam essas razões, isso significa que o cristão não está exercendo uma influência positiva. Isso significa que ele não está em posição de guiar com credibilidade alguém a verdade. Como podemos influenciar positivamente outros para o bem e, portanto, melhorar nossas chances de guiá-los a verdade? Vamos discutir algumas formas nesta lição, embora esta não seja certamente uma lista exaustiva.

1. Presença consistente

A. Nossa prática regular deve ser, reunir com os santos (Hebreus 10:25)
B. Questão de prioridades (Mateus 6:33) – a escolha de se reunir para eventos esportivos, reuniões de família, programas de TV, etc.
C. Se nós fizermos apenas o que é conveniente, não somos diferentes do mundo (princípio de Mateus 5:46-47)

2. Bondade com os Outros

A. Um dos frutos do Espírito é a bondade (Gálatas 5:22)
B. O amor por nossos irmãos (João 13:34-35; 1 Pedro 2:17)
C. Fazer o bem para os outros (Gálatas 6:10; Lucas 10:30-37)
D. Deus quer que todos sejam salvos (1 Timóteo 2:4; João 3:16) - devemos ter o mesmo desejo; reconhecer que todos são feitos à imagem de Deus (Gênesis 1:27)

3. Pureza na vida

A. Devemos ser puros como Deus é puro (1 João 3:3)
B. Pureza em nossas ações (Gálatas 2:20; Mateus 5:48)
C. Pureza em nossa forma de falar (Efésios 4:28; 5:4)
D. Pureza em nosso vestuário (1 Timóteo 2:9-10)
E. Pureza em nosso entretenimento (Salmo 101:3)

4. Não se preocupar ou reclamar

A. Devemos nos alegrar sempre (Filipenses 4:4)
B. Existe um monte de problemas na vida (Jó 14:1) - Como é que vamos lidar com isso?
C. Nós não devemos nos preocupar (Mateus 6:25-26, 30-31, 34) - em vez disso, devemos colocar nossa confiança em Deus
D. Não devemos reclamar (Filipenses 2:14) - em vez disso, lembrar o que é importante e fazer o que pudermos

5. Lidar com a perda

A. Uma das razões pelas quais estamos ansiosos para ir ao céu é porque não vamos sofrer perdas, lá (Apocalipse 21: 4) - Como é que devemos lidar com a perda nesta vida?
B. Bens materiais - nós sabemos que eles são temporários (Mateus 6:19); ter a atitude de Jó (Jó 1:21)
C. Trabalho / carreira - a nossa identidade não está vinculada a nossa carreira; exemplo de Paulo (Atos 18:3) que nunca se rotulou como um fabricante de tendas; não que seja errado fazê-lo, mas nós somos mais do que aquilo que fazemos para ganhar a vida
D. Ente querido - podemos certamente lamentar (João 11:35-36); mas para aqueles morreram com Cristo, nós não lamentamos como aqueles sem esperança (1 Tessalonicenses 4:13-14); para aqueles que não morreram em Cristo, não choramos apenas pela nossa perda, mas mais por eles (2 Tessalonicenses 1:8-9)

6. Falando de coisas espirituais

A. Falar sobre assuntos espirituais devem ser uma parte natural de nossas conversas normais (Deuteronômio 6: 6-9)
B. Temos que estar prontos com uma resposta quando somos questionados sobre a esperança que há em nós (1 Pedro 3:15) – a única maneira de as pessoas saberem sobre a esperança que há em nós é se falarmos sobre isso
C. Devemos fazer um esforço consciente para trazer os trabalhos da igreja, estudo da Bíblia, irmãos em Cristo, Deus, a oração, etc. em nossas conversas

Conclusão

A. Como cristãos, nós queremos ser uma influência positiva sobre os que nos rodeiam
B. Estas são apenas algumas maneiras de fazer isso - certamente podemos pensar nos outros
C. Mas devemos trabalhar para isso, para que possamos ser capazes de ajudar a levar outros ao Senhor

0 Comentários em "Exercendo uma influência positiva"

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!