Header Ads

Permanecendo No Lugar Santo

Permanecendo No Lugar Santo
Texto: Êxodo 3:1-6

Introdução: Provavelmente todos nós estamos familiarizados com a vida de Moisés. Ele nasceu entre os hebreus em cativeiro no Egito. Pouco antes de seu nascimento, Faraó tinha feito um decreto que todos os meninos deviam ser mortos. A mãe de Moisés era uma mulher piedosa que procurava salvar Moisés vivo e o escondeu nos juncos do rio enquanto a filha de Faraó descia para tomar banho. A mão de Deus estava sobre Moisés e ele foi levado e criado como o filho de Faraó.

Durante o curso da vida Moisés foi educado e cresceu na posição entre os egípcios. É bem possível que ele tivesse assumido o trono em algum momento, mas Deus tinha outro plano. Aos 40 anos de idade Moisés começou a notar a brutalidade para com os hebreus, seus irmãos. Quando um egípcio estava batendo em um hebreu, Moisés matou o egípcio e fugiu para salvar sua vida na terra de Midiã. Lá, ele encontrou uma mulher, Zípora, e trabalhou para seu pai cuidando de ovelhas.

Nós vemos 40 anos depois. Moisés tem agora 80 anos, ainda cuidando do seu rebanho. Foi então que Deus veio a ele para revelar o plano para sua vida. Há uma aplicação poderosa para nós nesta passagem. Quero examinar o encontro que Moisés teve com o Senhor enquanto consideramos: Permanecendo No Lugar Santo.

I. Um Lugar de Humildade. V. 1

- “Ora, Moisés estava apascentando o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote de Midiã; e levou o rebanho para trás do deserto, e chegou a Horebe, o monte de Deus”. Tenha em mente que Moisés havia sido criado como um príncipe no Egito. Houve ocasiões prováveis em que a ele foi apresentado a possibilidade de assumir o trono do Egito.

A. Seu Trabalho - Moisés estava trabalhando para seu sogro, cuidando de ovelhas. Quarenta longos anos se passaram desde os dias no Egito e o príncipe está vivendo na obscuridade fazendo o trabalho de um pastor.

- Para muitos isso pareceria um trabalho sem sentido e degradante, mas Deus estava usando isso para preparar Moisés para a tarefa futura. Não encontramos nada que sustente a noção de que Moisés estava insatisfeito com seu trabalho. Ele estava simplesmente provendo para sua família, contente com sua vida como ela estava.

- Muitos precisam entender o princípio nisso. Deus está buscando aqueles que serão fiéis à obra que Ele os chamou a fazer, qualquer que seja. Pode não ser o que desejamos, mas Deus está trabalhando em nossas vidas, preparando-nos.

B. Sua localização - Moisés é encontrado cuidando das ovelhas na parte traseira do deserto. Ele estava muito distante dos prazeres e da proeminência do Egito. Ele está cuidando de ovelhas em um lugar onde ninguém sabia sequer que ele estava lá. Não havia nenhum reconhecimento ou regalias, apenas cuidando das ovelhas.

- A grande lição nisto é florescer onde somos plantados. Deus quer que aqueles que são diligentes no trabalho que Ele os chamou a fazer, independentemente do que é esse trabalho. O Senhor está procurando aqueles que estão ocupados trabalhando onde Ele os colocou. Pequenas coisas vêm antes de coisas maiores!

II. Um Lugar de Soberania. V. 2

- “E apareceu-lhe o anjo do Senhor em uma chama de fogo do meio duma sarça. Moisés olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia”. Pode parecer que Moisés havia sido esquecido, que as oportunidades da vida estivessem todas desaparecidas, mas o Senhor sabia onde ele estava e tinha um plano para sua vida.

A. A Misericórdia de Deus - Eu não sei, mas é um milagre para mim que Deus foi ao encontro dele. Ele certamente não era obrigado a Moisés. Deus escolheu usar Moisés em Sua obra, mas não era porque Ele precisava. O Senhor poderia ter livrado tão facilmente o Seu povo sem Moisés.
- Servir ao Senhor e viver para Ele não é um fardo; é uma bênção maravilhosa. Deus não precisava prover um meio para nossa salvação, mas Ele o fez. Ele não precisa de nós para realizar Sua vontade, mas Ele nos permite fazer parte na obra de Seu reino.

B. A manifestação de Deus - Moisés estava lá, cuidando de seus negócios, cuidando de ovelhas, e o Senhor apareceu no meio de uma sarça ardente. Ali estava um homem que o mundo tinha esquecido. Moisés pode ter se perguntado se isso era tudo o que ele realizaria na vida, mas o Senhor veio a ele e revelou Sua presença gloriosa.

- Isso realmente emociona meu coração. Nós somos muito como Moisés em que nós somos inúteis e negligenciados pela maioria no mundo. Muitos cristãos vivem a sensação de uma vida derrotada e insegura. Eles se perguntam sobre seu futuro e seus planos. Mas, de vez em quando, temos o privilégio de ter a presença do Senhor manifestada em nosso meio!

- Está além de minha capacidade compreender por que o Senhor se importa tanto conosco, mas estou feliz que Ele se importa. Estes momentos não devem ser ignorados ou não valorizados, mas devem ser abraçados e apreciados!

III. Um Lugar de Oportunidade. V. 3-4a

- “Pelo que disse: Agora me virarei para lá e verei esta maravilha, e por que a sarça não se queima. E vendo o Senhor que ele se virara para ver, chamou-o do meio da sarça, e disse: Moisés, Moisés! Respondeu ele: Eis-me aqui”. Este foi claramente um momento de oportunidade para Moisés. Quando Moisés viu o arbusto ardendo, mas não sendo consumido, tomou uma decisão consciente de aproximar-se dele. Deus estava lá o tempo todo, assistindo para ver como Moisés responderia. Ele tinha apresentado a Moisés uma oportunidade, mas correspondia a Moisés responder.

- Que verdade descobrimos para os filhos de Deus. O Senhor se apresenta a nós em várias maneiras. Ele nos fala através de Sua Palavra; Ele fala através da pregação da Palavra; O Espírito abençoado nos atrai para o Senhor. No entanto, cabe a nós como indivíduos como a forma como vamos responder. Ele não nos forçará a servi-Lo, mas Ele oferece oportunidades.

- Deus está observando para ver se nós daremos esse passo em direção a Ele. Temo que muitos tenham uma experiência de "arbusto ardente" e nunca se desviem para ver esta grande visão. Como você tem respondido às oportunidades do Senhor?

IV. Um Lugar de Clareza. V. 4

- “E vendo o Senhor que ele se virara para ver, chamou-o do meio da sarça, e disse: Moisés, Moisés! Respondeu ele: Eis-me aqui”. Não havia dúvida de que Moisés tinha entrado na presença do Senhor. Quando se aproximou da sarça, Deus falou com ele. Moisés imediatamente respondeu em submissão. Ele ainda não estava ciente de tudo o que seria exigido dele, mas ele estava certo de que ele tinha encontrado o Senhor.

- Ouvimos muita discussão sobre o conhecimento da vontade de Deus para nossas vidas. As pessoas costumam dizer: "Se eu pudesse conhecer a vontade de Deus para minha vida". Bem, eu não estou aconselhando que você atue por um capricho, mas estou certo de que o Senhor é claro quando Ele fala conosco. Ele sempre se revelará de tal maneira que seja evidente que Ele falou com você.

- Temo que nosso problema não seja tanto de discernimento, mas de desobediência. Muitas pessoas têm certeza do que o Senhor o chamou para fazer algo, mas muitos não estão dispostos a se submeter à Sua vontade para a sua vida. Se você está interessado na vontade de Deus, procure Sua face continuamente, caminhe com Ele diariamente, e eu lhe asseguro que Ele fará Seu plano para sua vida muito claro! Isso não quer dizer que Ele vai revelar onde o caminho vai levar, mas Ele lhe dará a garantia de que você precisa para avançar na fé e começar a jornada.

V. Um Lugar de Majestade. V. 5

- “Prosseguiu Deus: Não te chegues para cá; tira os sapatos dos pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa”. Quando Moisés estava diante da sarça ardente, Deus deu instrução. Ele não deveria chegar mais perto. Ele deveria tirar os sapatos porque estava em um terreno sagrado.

- Não havia nada especial sobre o arbusto, em si. Não havia nada particularmente especial sobre a parte traseira do deserto. Tenho certeza que ele parecia muito semelhante à paisagem circundante. O que tornava este lugar especial era que a presença de Deus estava ali. O Senhor estava lá e isso fez do lugar uma terra santa!

- Temos nos tornado muito casuais com o Senhor em nossa geração. Não é insignificante encontrar o Senhor. Nós nunca seremos usados ​​pelo Senhor ou experimentaremos o Seu poder manifestado se não viermos diante dEle humildemente e reverentemente.

- A casa de Deus é um lugar santo, porque encontramos o Senhor aqui. Devemos tratá-la como tal. Mas, este não é o único lugar que o Senhor se revela. Tome nota desses lugares e humilhe-se perante o Senhor.

- Se quisermos experimentar o poder de Deus, devemos reconhecer quem Ele é. Não podemos esperar ouvir Dele se não o temermos. Ele não é apenas o homem lá de cima. Ele é o Deus Santo, nosso Soberano e Senhor.

VI. Um Lugar de Segurança. V. 6a

- “Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó”. Deus lembrou a Moisés de sua herança, sua associação ao povo escolhido. Assim como Ele estava com Abraão, Isaque e Jacó, Ele estaria com ele. Moisés tinha apenas que colocar sua fé e confiança no Senhor.

- Podemos ter conforto nestas palavras do Senhor. Ele nunca abandonou os Seus. Sua vontade sempre se realiza. Ele trouxe Abraão de uma terra de idolatria e fez dele uma grande nação. Ele usou Moisés para levá-los para fora da escravidão, provendo e protegendo-os ao longo do caminho. Quando a plenitude dos tempos chegou, enviou Seu Filho unigênito para ser oferecido como sacrifício pelos nossos pecados. Ele é o Todo-Poderoso. Ele está no controle de todos os aspectos de nossas vidas.

- Você pode estar lidando com o chamado de Deus e está com dúvidas e inseguro. A igreja como um todo pode estar lidando com o plano de Deus para esta congregação. Não podemos ver o que o amanhã trará. Não sabemos exatamente onde o Senhor nos guiará, mas podemos ter certeza de Sua orientação e provisão em nossas vidas. Deus nunca nos chamará a uma área de serviço e falhará em prover o que precisamos para realizar a Sua vontade.

VII. Um Lugar de Conformidade. V. 6b

- “E Moisés escondeu o rosto, porque temeu olhar para Deus”. Estar na presença de Deus transformou Moisés. Enquanto estava em Sua presença impressionante, ele escondeu seu rosto com medo. Moisés tinha um saudável respeito e reverência pelo Senhor. Ele estava bem ciente de que havia encontrado o Senhor da glória.

- O encontro com Deus nos mudará. Não podemos entrar na Sua presença e sair do mesmo modo que entramos. Nós o reconheceremos e seremos transformados para melhor, ou vamos evitá-Lo e deixar Sua presença mais frios e mais distantes. Oro para que reconheçamos Sua glória e nos humilhemos diante dEle. Ele é santo e digno de nosso louvor e submissão.

- Deus não lida com nossos corações sem propósito. Se Ele Se revelar a você, de alguma forma, Ele tem um plano e um propósito para a sua vida. A chave para essas situações reside na maneira como respondemos a Ele.

Conclusão: Estou certo de que Deus falou aos corações hoje. Há aqueles que precisam responder ao Senhor. O chamado de Deus pode ser assustador porque não sabemos tudo o que ele envolve, mas é o maior chamado do mundo. Se você é chamado do Senhor, em qualquer capacidade, você é abençoado. Por que não responder a Ele em submissão e obediência?

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Nenhum comentário:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!

Tecnologia do Blogger.