O Evangelho da comunhão

O Evangelho da comunhão
Texto: Gálatas 6:1-17

Introdução: Este é o sexto e último sermão que examina o evangelho no livro de Gálatas. Este sermão focalizará como a comunhão se encaixa na mensagem do evangelho.

1. O anúncio

A. Tudo o que um homem semear, isto ele colherá (Gálatas 6:7) - há consequências para nossas ações (Oséias 8:7); mesmo os não-cristãos entendem isso; a aplicação particular neste contexto é sobre comunhão (Gálatas 6:1-2, 6); centrar na comunhão apropriada resultará em benefícios
B. Somos uma nova criação (Gálatas 6:15) - nova criatura em Cristo (2 Coríntios 5:17); na semelhança de Deus (Efésios 4:24); nos tornamos uma nova criação em Cristo através do batismo (Gálatas 3:27, Romanos 6:3); o fundo é irrelevante (Gálatas 2:9, Atos 10:34-35)
C. Cada um levará seu próprio fardo (Gálatas 6:5) - devemos assumir a responsabilidade pessoal por nossas ações (João 21:22); somos individualmente responsáveis ​​perante Deus (Ezequiel 18:20; 2 Coríntios 5:10); não podemos culpar os outros por nossas falhas (Gênesis 3: 11-13); nós não temos que escolher o que os outros escolhem (Josué 24:15)

2. A instrução

A. Levai as cargas uns dos outros (Gálatas 6:1-2) - somos individualmente responsáveis, mas ainda temos uma responsabilidade para com os outros (Romanos 12:4); devemos ajudar a tirar outros para fora do pecado (Tiago 5:19-20); para isso, devemos ser "espirituais" (Gálatas 6:1); isso significa andar e ser guiado pelo Espírito (Gálatas 5:16, 18)
B. Compartilhe todas as coisas boas com aquele que ensina (Gálatas 6:6) - Paulo fez questão de que os pregadores deveriam ser apoiados (1 Coríntios 9:14); nós tipicamente aplicamos isso às igrejas (2 Coríntios 11:8), mas também é uma responsabilidade individual; devemos apoiar aqueles que ensinam em qualquer capacidade que possa ser feita
C. Faça o bem a todas as pessoas (Gálatas 6:10) - devemos ajudar os necessitados (Gálatas 2:10, Efésios 4:28); como indivíduos, podemos ajudar todas as pessoas; as congregações estão limitadas a ajudar os santos (Atos 2:44-45, 4:32-35, 11:29, Romanos 15:26, 2 Coríntios 8:4; 9:12); enquanto nós podemos ajudar qualquer um, devemos prestar atenção especial aos nossos irmãos

3. A advertência

A. Não se deixe enganar (Gálatas 6:7) - é possível que possamos ser enganados (Gálatas 3:1); Deus não é escarnecido; não iremos enganar a Deus e Sua palavra não falhará (Isaías 55:8-11); nós colheremos o que semearmos espiritualmente, pois haverá menos pessoas para compartilhar nosso fardo (Gálatas 6:1-2) e menos pessoas para ensinar a verdade (Gálatas 6:6)
B. Não se cansar (Gálatas 6:9) - a vida de um cristão não é uma corrida de velocidade, mas uma maratona (Hebreus 12:1); colheremos no devido tempo se não nos cansarmos; seja fiel até a morte (Apocalipse 2:10)
C. Não te glories, exceto na cruz (Gálatas 6:14) - somos muitas vezes tentados a nos gloriarmos no que fizemos; não se vangloriar de nada, senão na cruz de Cristo (1 Coríntios 1:27 - 2:2); nós nos gloriamos na cruz sendo crucificados para o mundo (Gálatas 2:20, ver João 14:30-31)

Conclusão

A. O evangelho ensina que Jesus veio para nos salvar - somos individualmente responsáveis
B. Mas também devemos lembrar que estamos juntos - devemos ajudar e encorajar uns aos outros a servi-Lo

0 Comentários em "O Evangelho da comunhão"

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!