O Evangelho da Liberdade

O Evangelho da Liberdade
Texto: Gálatas 4:21 - 5:26

Introdução: Este é o quinto de seis sermões que examinam o evangelho no livro de Gálatas. Este sermão focalizará o evangelho como uma mensagem de liberdade.

1. O anúncio

A. Vocês são filhos da mulher livre (Gálatas 4:31) - analogia dos dois filhos de Abraão (Gálatas 4:21-30); por causa desta liberdade, temos a promessa (Gálatas 4:24-26, 28); promessa através de Isaque, não Ismael (Gálatas 4:30, Gênesis 21:10-12)
B. Em Cristo, nem a circuncisão nem a incircuncisão (Gálatas 5:6) - a circuncisão era o sinal da aliança com Abraão (Gênesis 17:9-11); a promessa não é apenas para seus descendentes físicos (Atos 2:39); para aqueles que nascerão de novo (João 3:3, 5, ver Gálatas 6:15); todos podem estar em Cristo e herdeiros da promessa (Gálatas 3:28-29, Gênesis 22:18)
C. Vocês foram chamados à liberdade (Gálatas 5:13) - liberdade em Cristo (Gálatas 2:4); não mais sob a escravidão do pecado (Romanos 6:22); não mais receber o salário do pecado (Romanos 6:23); somos chamados, mas tivemos que responder a esse chamado (Mateus 23:37, Romanos 10:16, 21)

2. A instrução

A. Mantenha-se firme (Gálatas 5:1) - admoestação dada porque seria fácil desistir porque estamos constantemente sob ataque (Gálatas 4:29, Efésios 6:10-13); vamos sofrer por nossa fé (2 Timóteo 3:12), mas nunca devemos desistir (Apocalipse 2:10); Satanás está tentando nos escravizar de novo ao pecado, mas devemos vencê-lo (1 Pedro 5:8-9)
B. Através do amor sirvam uns aos outros (Gálatas 5:13) - a liberdade em Cristo não é sobre fazer o que queremos fazer (1 Pedro 2:16); devemos servir a Cristo (Gálatas 2:20, Lucas 9:23); também precisamos estar atentos aos outros (Gálatas 5:14); fazer o que pudermos para ajudá-los (Gálatas 6:10)
C. Andar pelo Espírito (Gálatas 5:16) - significa andar de acordo com as instruções do Espírito reveladas na Palavra (João 16:13, Efésios 6:17); O Espírito nos guia (Gálatas 5:18) porque somos filhos de Deus (Romanos 8:14); fazer isso produzirá o fruto do Espírito (Gálatas 5:22-23) que é o que naturalmente vem quando obedecemos a Sua palavra

3. A advertência

A. Não procureis ser justificados pela lei (Gálatas 5:4) - esta lei é a Lei de Moisés (Gálatas 4:21; 5:3); a justificação vem pela fé em Cristo (Gálatas 2:16); o propósito da lei era levar-nos a Cristo (Gálatas 3:24); se procuramos ser justificados por outra coisa que não a fé em Cristo, caímos da graça (2 Coríntios 6:1)
B. Não transforme sua liberdade em uma oportunidade para a carne (Gálatas 5:13) - novamente, não somos livres para viver como quisermos (1 Pedro 2:16); devemos matar o velho do pecado (Romanos 8:13, 6:6, Colossenses 3:9); não podemos continuar no pecado para que a graça de Deus possa abundar (Romanos 6:1-2)
C. Não pratique as obras da carne (Gálatas 5:19-21) - esta não é uma lista exaustiva (1 Romanos 1:29-32; 1 Coríntios 6:9-10; 1 Timóteo 1:9-10); praticar estas coisas nos impedirá de herdar o reino, porque seremos escravos do pecado (Gálatas 4:9; 5:1); estes são contrários aos caminhos do Espírito (Gálatas 5:17); há dois caminhos (Mateus 7:13-14) e não podemos seguir ambos

Conclusão

A. Temos liberdade através de Cristo
B. Devemos exercer esta liberdade servindo-O, não se rebelando contra Ele

0 Comentários em "O Evangelho da Liberdade"

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!