"Mortos por causa da palavra de Deus..."

Mortos por causa da palavra de Deus
Texto: Apocalipse 6:9

“Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que deram”

Introdução: O Novo Testamento fala de alguns que morreram, não por um país, mas pelo reino de Cristo, por causa da Palavra de Deus.

Neste sermão vamos nos lembrar desses mártires e considerar algumas lições de suas mortes.

1. Estêvão (Atos 7:54-60)

A. Resultado direto da pregação de Estêvão - ele pregou uma história da nação judaica, condenando eles e seus pais (Atos 7:51-53); se sofremos, deve ser para Cristo (1 Pedro 4:15-16); nenhuma outra razão para atingir Estêvão (Atos 6:3, 5)
B. Um futuro cristão participou. - Os assassinos de Estêvão colocaram suas vestes aos pés de Saulo (Atos 7:58; 8:1); ele se converteu mais tarde (Atos 9:1-6, 17-18); qualquer um pode ser salvo (1 Timóteo 1:12-16)
C. Atitude de perdão - suas últimas palavras mostraram uma atitude de perdão; a mesma atitude de Jesus (Lucas 23:34; 2 Pedro 3:9); se queremos que Deus nos perdoe, devemos estar dispostos a perdoar os outros (Mateus 6:14-15)

2. Tiago (Atos 12:1-3)

A. As autoridades civis podem atingir a igreja - não necessariamente pessoas específicas, a igreja em geral pode ser um alvo (ver Atos 8:1, 3); se isso acontecesse, haveria evidência para mostrar que você é uma parte da igreja? (Mateus 5:16, Atos 2:42, 46, Hebreus 10:25)
B. A morte pode chegar rapidamente - a perseguição pode incluir um longo encarceramento, mas parece que Tiago foi morto rapidamente; a vida é incerta (Tiago 4:14); devemos sempre estar prontos (Hebreus 10:35-36)
C. A perseguição pode ser vista favoravelmente pelo público - devemos nos esforçar para estar em paz com os outros (Romanos 12:18), mas nem sempre é "possível"; não se surpreenda se o mundo o odeia (João 15: 18-19); muitos chamarão o mal de bom (Isaías 5:20)

3. Antípas (Apocalipse 2:12-13)

A. Mantenha-se firme ao nome do Senhor - devemos estar dispostos a confessar Cristo diante dos outros (Mateus 10:32-33); apegar-se à Sua palavra em um mundo perverso (Filipenses 2:15-16), mesmo que isso signifique sofrimento (2 Timóteo 1:8)
B. Seja fiel até a morte – foi dito isso a igreja de Esmirna (Apocalipse 2:10); eles foram advertidos sobre a perseguição, mas já a Pérgamo; ter a atitude de Paulo (Atos 20:24; 21:13)
C. A perseguição não remove a culpa do pecado - apesar da perseguição, a igreja precisava se arrepender (Apocalipse 2:14-16); o erro não pode ser tolerado (2 João 10-11); não devemos tolerar o erro entre os irmãos liberais ou denominações só porque temos um adversário comum.

4. Mártires Sem Nome (Apocalipse 6:9-11)

A. Nós não sofremos perseguição para que sejamos lembrados - alguns mártires são lembrados, a maioria não são; estes eram indivíduos sem nome; não devemos buscar o louvor dos homens (Gálatas 1:10); mesmo se ninguém conhece / se lembra, Deus se lembra e conhece (Apocalipse 14:13, Salmo 116:15)
B. Desejo que a justiça seja feita – cabe somente ao Senhor punir aqueles que perseguem Seu povo (2 Tessalonicenses 1:6); esses mártires tinham um perfeito senso do que é justo / correto (Hebreus 12:23)
C. Deus punirá os ímpios em Seu tempo - os mártires estavam ansiosos para que Deus os vingasse (Apocalipse 6:10); João queria que o Senhor viesse rapidamente (Apocalipse 22:20); mas devemos esperar (Apocalipse 6:11); Deus designou um dia para o juízo (Atos 17:31)

Conclusão

A. Devemos estar dispostos a tomar a nossa cruz e seguir a Cristo (Lucas 9:23) - para alguns, isso significava dar a vida por Cristo; isso poderia significar para nós também
B. Não importa o que está reservado para o nosso futuro, devemos estar dispostos a entregar nossas vidas ao Senhor para que possamos ter algo muito melhor na outra vida.

0 Comentários em ""Mortos por causa da palavra de Deus...""

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!