Header Ads

Através de muitas Tribulações - Parte 3: Sacrifícios

Através de muitas Tribulações - Parte 3: Sacrifícios
Texto: Atos 14:22

Introdução: Paulo e Barnabé encorajaram os irmãos a permanecerem fiéis ao Senhor "através de muitas tribulações" para que eles pudessem alcançar a recompensa final do céu. Os tipos de tribulações que podemos enfrentar podem ser únicos para os cristãos ou comuns a todas as pessoas.

Qualquer uma dessas tribulações poderia potencialmente descarrilar nossa fé e nos fazer perder a recompensa. Portanto, precisamos nos preparar para superar essas tribulações para alcançar o reino eterno.

Este sermão focalizará o exemplo de Paulo e como ele fez sacrifícios.

1. Os sacrifícios feitos por Paulo

A. Paulo era "um instrumento escolhido" do Senhor (Atos 9:15)
a. Mas ele ia "sofrer" (Atos 9:16); geralmente pensamos em perseguições [próximo sermão], mas houve outros sacrifícios que Paulo fez
B. Paulo sacrificou tempo e esforço em seus trabalhos em prol do evangelho (2 Coríntios 11:23, 27)
C. Paulo sacrificou o bem-estar material pela causa de Cristo (2 Coríntios 11:27, Gálatas 1:13-14, Filipenses 3:4-7)
D. Paulo sacrificou o bem-estar mental de seus irmãos (2 Coríntios 11:28-29)

2. O sacrifício do trabalho

A. O Senhor espera que sejamos diligentes em nosso serviço a Ele (2 Pedro 1:5-10)
a. Independentemente da capacidade em que servimos (1 Pedro 4:10-11, ver Mateus 25: 14-30)
B. Por que trabalhar é um desafio à nossa fé?
a. Porque enquanto trabalhamos, podemos nos sentir cansando e desanimados (Gálatas 6:9)
b. Porque Satanás nos tenta com um caminho "mais fácil" (Mateus 4:8-10)
C. Como continuar trabalhando e permanecer fiel?
a. Lembre-se porque estamos trabalhando (1 Coríntios 9:25; 1 Timóteo 4:10)
b. Lembre-se que teremos descanso de nossos trabalhos se permanecermos fiéis (Apocalipse 14:13, ver Hebreus 12:1-3)

3. O Sacrifício do bem-estar material

A. O desejo geral de pessoas em nossa sociedade é querer mais - geralmente, um pregador fiel (como Paulo) poderia ter mais se dirigisse seus esforços para atividades seculares; qualquer cristão poderia ter mais se não estivessem limitados pela Bíblia (mentir, beber, abandonar a assembleia, etc.)
B. Por que sacrificar o bem-estar material é um desafio para a nossa fé?
a. Porque é tentador invejar o que os outros têm (Gálatas 5:21, ver Colossenses 3: 5)
b. Porque pode parecer "injusto" ser "privado" do que os outros têm (princípio em Lucas 15:25-30)
C. Como sacrificar o bem-estar material e permanecer fiel?
a. Lembre-se que estamos armazenando tesouros no céu (Mateus 6:19-21, Filipenses 3:7-11)
b. Lembre-se que, mesmo agora, somos ricos em Cristo (Apocalipse 2:9, Efésios 1:3-14)

4. O Sacrifício do bem-estar mental

A. A vida é estressante o suficiente como é (Jó 14:1)
a. Os cristãos também têm a preocupação com a condição espiritual dos outros
B. Por que sacrificar o bem-estar mental é um desafio para a nossa fé?
a. Porque ter muitas coisas em nossa mente pode fazer-nos sentir oprimidos (Provérbios 12:25)
b. Porque as preocupações desta vida podem sufocar a palavra (Lucas 8:14)
C. Como sacrificar um grau de bem-estar mental e permanecer fiel?
a. Sendo consistente na oração (Romanos 12:12, 1 Pedro 5:7, Filipenses 4:6-7)
b. Conhecendo nossas limitações e equilíbrio entre suportar os fardos dos outros e carregar o nosso próprio fardo (Gálatas 6:1-2, 5)

Conclusão

A. Paulo estava disposto a sacrificar pela causa de Cristo (Filipenses 2:17 e 2 Timóteo 4:6)
a. Precisamos estar dispostos a fazer sacrifícios também
B. Satanás nos tenta com um caminho "mais fácil"
a. Precisamos seguir o caminho "difícil" que leva à vida (Mateus 7:13-14)

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!