Depois do confronto com os profetas de Baal, Elias foi forçado a fugir de Jezabel (1 Reis 19:1-3). Com a oposição que estava enfrentando, ele orou para que o Senhor tirasse a sua vida (1 Reis 19:4).
Quem eram os 7.000 que não se curvaram a Baal?
Texto: 1 Reis 19:18

Introdução: Depois do confronto com os profetas de Baal, Elias foi forçado a fugir de Jezabel (1 Reis 19:1-3). Com a oposição que estava enfrentando, ele orou para que o Senhor tirasse a sua vida (1 Reis 19:4). Elias acreditava que ele era o único que servia ao Senhor em Israel (1 Reis 19:10, 14). No entanto, havia outros. Deus lhe disse que havia 7.000 em Israel que não estavam servindo a Baal.

Quem eram eles? Que lições devemos aprender com eles?

1. Os 7.000 nos dias de Elias

A. Não nos é informado muito sobre esses indivíduos - mas há pelo menos três coisas que sabemos sobre eles
B. Eles eram desconhecidos para Elias - os seres humanos são muito limitados em sua perspectiva e conhecimento; Deus não é limitado como nós somos (Salmo 139:1-6); Ele sabia desses 7.000, embora Elias não
C. Eles eram uma minoria forte - em comparação com o pensamento de Elias de ser o único (1 Reis 19:10, 14), 7.000 soa como um número impressionante; ainda assim seria uma minoria, embora uma minoria forte
D. Eles eram fiéis ao Senhor - o Senhor indicou que estes eram Seu povo, fiel a Ele;
1) Eles se recusaram a adorar Baal
2) Eles obedeceram ao mandamento de não adorar outros deuses (Êxodo 20:3, Deuteronômio 6:14)

2. Somos nós como este remanescente fiel?

A. Os 7.000 representavam um remanescente fiel entre a nação de Israel que se desviara de Deus - é possível ser fiel quando a maioria não é (Gênesis 6:5-9, Josué 24:15, Apocalipse 3:14); somos nós como este grupo de 7.000?
B. Não necessariamente conhecidos dos outros (individualmente e em nossas igrejas locais) - somos independentes em que podemos ser fiéis, não importa o que os outros façam individualmente (Gênesis 6:5-9, Josué 24:15, Apocalipse 3:14) e em uma congregação (1 Timóteo 3:15, Efésios 4:16); Somos autônomos porque não estamos diretamente ligados a outras igrejas em nossa obra para o Senhor (1 Pedro 5:2); somos acrescentados por Deus à igreja, o que significa que não dependemos da aprovação / conhecimento dos outros (Atos 2:47; 8:35-39)
C. Minoria forte - quando fazemos a aplicação aqui, não estamos apenas preocupados com os números, mas com a força; poucos serão salvos (Mateus 7:13-14); contudo somos fortes no Senhor se nos revestirmos de toda a armadura de Deus (Efésios 6:10-17); dependemos mais do Senhor do que de nós mesmos (Filipenses 4:13, João 15:4-5)
D. Fiel ao Senhor - somos reconhecidos por Deus como sendo fiéis fazendo Sua vontade (Mateus 7:21-23); respeitamos a autoridade do Senhor (Colossenses 3:17) seguindo o padrão dado em Sua Palavra (2 Timóteo 1:13); recusamo-nos a comprometer ou corromper o nosso serviço a Deus (Gálatas 1:9, Lucas 6:46, Apocalipse 3:1)

Conclusão

A. Elias pensou que estava sozinho - mas havia 7.000 servos de Deus em Israel; um remanescente fiel
B. Somos parte desse remanescente fiel hoje? - para responder a isso, precisamos olhar honestamente para nós mesmos e estudar humildemente as Escrituras.

Gostou desse esboço? Olha a novidade que tenho para você!

Eu preparei um e-book com 365 sermões selecionados criteriosamente durante meus mais de 20 anos de ministério. Organizei eles por livros bíblicos para simplificar a busca. Quero que você utilize livremente em suas pregações e possa transformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.

Se você deseja investir em seu ministério, ainda hoje, terá à disposição Um Sermão para Cada Dia do Ano! Clique Aqui para adquirir seu livro.

Axact

Esboço de Sermão

Vestibulum bibendum felis sit amet dolor auctor molestie. In dignissim eget nibh id dapibus. Fusce et suscipit orci. Aliquam sit amet urna lorem. Duis eu imperdiet nunc, non imperdiet libero.

Postar um comentário:

0 comments:

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!