Medidas Extremas

Medidas Extremas
Texto: Mateus 18:8-9

Introdução: Normalmente, ninguém se prejudicará de forma intencional a menos que esteja gravemente deprimido ou mentalmente doente.

No entanto, esta ideia é usada no Novo Testamento para fazer uma aplicação espiritual - devemos estar dispostos a tomar a medidas extremas para fazer o que é certo.

Neste sermão, vamos ver o que podemos aprender com as passagens que falam sobre esse conceito.

1. Para evitar tropeços (Mateus 18:8-9)

A. O ponto de Jesus é que devemos estar dispostos a fazer o que for preciso para evitar que outros tropecem.
B. Isso deve nos lembrar de como o pecado é terrível
a) Separa-nos de Deus (Isaías 59: 2); exigiu que Jesus morresse na cruz (Hebreus 10: 4-5, 10; 9:22, 14);
b) Leva à destruição eterna (Romanos 6:23)
C. Devemos estar dispostos a fazer qualquer coisa para evitar o pecado e removê-lo de nossas vidas (Mateus 5 27-30; 19:10-12)
a) Envolver-se no diligente trabalho de aprender e exercer o autocontrole (1 Coríntios 9:27; Lucas 9:23)
D. No entanto, não se trata apenas de coisas que são pecaminosas em si mesmas, mas de tudo o que nos faz tropeçar (Hebreus 12:1)
a) Coisas que não deixam tempo para Deus (Lucas 12:19);
b) Coisas que nos domina (1 Coríntios 6:12);
c) Coisas que produzem uma tentação desnecessária (2 Timóteo 2:22; Provérbios 5: 8)

2. Para ajudar os outros (Gálatas 4:12-15)

A. Paulo enfatizou o amor que estes irmãos tinham por ele
B. Lembre-se de nossa necessidade de colocar os outros antes de nós mesmos (Filipenses 2:1-4)
a) Por amor, sirva um ao outro (Gálatas 5:13);
b) O amor é mostrado em ações, não apenas palavras (1 João 3:18)
C. Nós devemos ajudar os outros quando temos a oportunidade de fazê-lo (Gálatas 6:10)
a) Deus nos julga baseados em nossa capacidade (2 Coríntios 8:12);
b) Mas devemos estar dispostos a sacrificar (2 Coríntios 8:1-5, Atos 4:32-35)
D. Precisamos ser ricos em boas obras (1 Timóteo 6:18)
a) Esforçar-se para ir acima e além para os outros

3. Para evitar que outras pessoas se desviem (Gálatas 5:10-12)

A. Alguns tentavam ensinar que os gentios tinham que ser circuncidados para serem salvos (Gálatas 2:3-5)
a) Isso era tão potencialmente prejudicial que Paulo usava um idioma forte e grosseiro para condená-lo
B. Isso nos lembra de quão perigoso é o erro
a) Nos separa de Cristo (Gálatas 5: 4);
b) Faz com que aqueles que o promovem sejam condenados (Gálatas 1:8-9, Tiago 3:1)
C. Precisamos ter cuidado ao ensinar a verdade (1 Pedro 4:11)
a) Encontrada nas Escrituras (João 17:17);
b) É necessário que a aprendamos (2 Timóteo 2:15; 1 Timóteo 4: 15-16)
D. Também precisamos deixar claro que estamos persuadindo os outros a crerem em Cristo, não em nós mesmos (2 Coríntios 4: 5)
a) Aqueles que ensinamos devem estar convencidos de seguir a Palavra de Deus, não o homem (1 Tessalonicenses 2:13)

Conclusão

A. Ninguém em sã consciência gostaria de prejudicar ou desfigurar seu próprio corpo
B. Ainda que não sejamos chamados a fazer isso, essa ilustração é usada para fazer um importante ponto espiritual - devemos estar dispostos a sacrificar qualquer coisa para agradar ao Senhor
C. Se alguma coisa na nossa vida precisa ser cortada ou arrancada para sermos fieis a Ele, precisamos fazê-lo

0 Comentários em "Medidas Extremas"

Postar um comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links não serão aprovados!